O SOM DO CORAÇÃO

O SOM DO CORAÇÃO
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre." (Clarice Lispector)

PARCEIROS DO CORAÇÃO

quarta-feira, 24 de março de 2010

A SERENATA

Uma noite de lua pálida e gerânios
ele viria com boca e mão incríveis
tocar flauta no jardim.
Estou no começo do meu desespero
e só vejo dois caminhos:
ou viro doida ou santa.
Eu que rejeito e exprobo
o que não for natural como sangue e veias
descubro que estou chorando todo dia,
os cabelos entristecidos,
a pele assaltada de indecisão.
Quando ele vier, porque é certo que ele vem,
de que modo vou chegar ao balcão sem juventude?
A lua, os gerânios e ele serão os mesmos
- só a mulher entre as coisas envelhece.
De que modo vou abrir a janela, se não for doida?
Como a fecharei, se não for santa?

Adélia Prado

A leitura dos poemas de Adélia Prado, faz nos pensar que Adélia usa  o palpel em branco, como se estivesse na varanda do céu.Há uma mistura no que ela diz de profano e sagrado, sano e insano.Além disso, podemos perceber uma sensualidade entrecortando seus versos.Sou fã, a vejo de maneira, intensa e serena ao mesmo tempo.

10 comentários:

  1. Adélia, que entende a alma feminina como ninguém, nos presenteia com essa magistral demonstração de fé no amor, ainda que em plena meia idade.Se, assim como ela, você também acredita que um dia o amor virá, ainda que seja preciso se fazer de santa ou doida, ou se simplesmente você adora esses versos, este é o seu lugar! (IT)

    ResponderExcluir
  2. Bela postagem amiga.
    Eu ñ conhecia essa autora.
    Por falar nisso eu gostaria de te fazer um convite.
    Visite este blog amiga,tenho certeza de q vc vai gostar.
    Eu ficaria grata.
    http://fatimaguerra-melliss.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi It
    Obrigada pelas belas palavras tu não sabe como eu preciso me sentir bem não digo ficar linda mas me gostar mais, minha auto estima ficou muito baixa com tantos problemas, mas espero e vou conseguir superar isso.
    Sobre tua postagem não conheço a autora mas como sou uma pessoa que adora aprender com as pessoas e pesquisar tbém vou fazer uma busca sobre a autora.
    Bjs
    Lu

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito de ler Adelia tambem,,,,se expressa meio que parecido com tudo que a gente sente ....beijos de otimo dia pra ti.

    ResponderExcluir
  5. Olá IT
    Adélia Prado sempre nos apresente belos poemas cheios de reflexões. Parabéns pela escolha.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Boa noite minha bela.
    Vc pode ter certeza q eu também preciso de vc.
    Um beijo grande e uma linda noite.
    beijos amada.

    ResponderExcluir
  7. Adélia Prado é mesmo um assunto em diferenciado. Dispensa qualquer comentário, sob pena de macular o que já não pode ser maculado.

    Parabéns, por prestigiar essa persona de figura singular no cantar de poetar.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Um belo final de semana pra ti amiga...beijos na alma.

    ResponderExcluir
  9. Adélia e seus belos poemas, obrigada pela partilha.

    Fim de semana iluminado pra vc amiga.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  10. Oi querida!
    Lindas palavras, penetram na alma.
    Venho deixar meu carinho e desejar um belo dia pra ti!
    Bjão

    ResponderExcluir

Deixe aqui o "som do seu coração"